freelancer life

01 de maio de 2016
domingo

post_freelancer_life

Trabalhar em casa tem seus desafios e privilégios. Foi uma escolha que eu fiz há 3 anos atrás e não me arrependo.
Conheci pessoas incríveis durante essa jornada e evolui muito como pessoa e profissional. Sem dúvida alguma as partes boas compensam as partes ruins.
Nesse post eu vou relacionar os prós e contras de como é trabalhar em casa sob o meu ponto de vista.
Se você está em dúvida entre trabalhar em empresa ou ser autônomo, talvez esse post possa te ajudar a decidir o que é melhor para você, ou se você já está nessa vida tenho certeza de que irá se identificar em alguns aspectos!

 

pontos_positivos

1. Flexibilidade de Tempo: de fato isso é a melhor parte quando se trabalha em casa. Porém não se iluda! Tem que ter disciplina e responsabilidade, caso contrário você vai acabar no sofá assistindo netflix o dia inteiro – é absolutamente muito tentador. O melhor da flexidade de tempo: você pode escolher qual é o melhor horário do dia (ou da noite, rs) em que é mais produtivo para trabalhar. E também poderá fazer suas tarefas pessoais na contramão da sociedade e evitar horários de picos nas ruas, comércio e etc.

2. Qualidade de vida em alta: trabalhando em casa é possível se organizar melhor e conseguir mais tempo para cuidar da saúde – como fazer atividade física e cozinhar refeições saudáveis. Coisas que eu nunca conseguia fazer quando trabalhava em escritório e que agora, mesmo não sendo uma atleta e nenhuma neurótica por comida orgânica, já senti uma melhora absurda na minha saúde.

3. Você é o seu chefe: a maioria das pessoas que trabalham em casa decidiram seguir esse caminho porque não aguentavam os chefes ou não conseguiam estar numa posição de ser subordinada à alguém. Esse nunca foi o meu caso. Sempre fui super tranquila em relação à ordens, prazos e tarefas. Ter um chefe nunca foi a razão pela qual eu decidi trabalhar em casa. Porém quando eu trabalhava em agência sempre rolava alguma coisa que me fazia pensar “se fosse a minha empresa eu faria diferente”. De fato atualmente eu tomo as minhas próprias decisões, e essa sensação de autonomia é libertadora e desafiadora ao mesmo tempo.

4. Trabalhar em casa é mais confortável: estou escrevendo esse post num sábado, precisamente às 1h35 da madrugada, na minha cama e de pijamas. Simplesmente porque eu me senti inspirada para tal tarefa. E estar na minha casa, ao lado da minha cachorrinha é algo que não tem preço.

5. Liberdade de criação e produção: esse item meio que resume todos os itens listados acima. Trabalhando em casa você toma as suas próprias decisões – quando, como e aonde desenvolver os seus projetos. Claro que você tem um deadline e um briefing a seguir, mas mesmo assim você consegue colocar toda a sua energia para desenvolver o seu trabalho do jeito que achar melhor e estabelecer os próprios critérios para sua linha criativa.

6. Dá para ganhar mais dinheiro: eu realmente consigo ganhar mais do que quando eu trabalhava em agência. Porém eu trabalho mais também. Então é algo relativo. Se você estiver a fim de trabalhar, você pode ganhar mais sim.

 

pontos_negativos

1. É solitário: não vou mentir, é muito solitário. Se você tem como prioridade o contato com pessoas e ter uma vida dinâmica, talvez trabalhar em casa não seja para você. Confesso que sinto muita falta da hora do cafezinho, das piadinhas internas do escritório e de trocar ideias com outras pessoas.

2. Você está por sua conta e risco: por trás de toda a liberdade e autonomia que a vida de freelancer lhe permite, é também muito desafiador. Você por você e mais ninguém. Minha dica é: aprenda a escutar a sua intuição. Principalmente em momentos de tomar decisões importantes. Parece algo meio abstrato, mas a nossa intuição nunca falha, nós é que falhamos em escutá-la. E também se esforce para fazer o seu melhor e acima de tudo confie no seu potencial, se mantenha positivo.

3. Seu desenvolvimento técnico fica mais lento: quando você trabalha numa empresa, a troca de ideias e informações é super rápida e dinâmica, você sempre está aprendendo coisas novas todos os dias, sempre tem alguém do seu lado para te ensinar alguma coisa ou até mesmo ao contrário, você pode estar ajudando essa pessoa a evoluir também. Trabalhando em casa você está sozinho e caso se depare com alguma dificuldade tudo o que você tem naquele momento é o google. Por isso eu não aconselho sair da faculdade e pular de cabeça na vida de freelancer. Por mais que a sua faculdade tenha sido incrível e você se sinta pronto para trabalhar e seguir na vida, eu acredito que ter uma experiência numa empresa acrescenta muito. Não acho porém que é uma regra, mas acho super importante para evoluirmos tecnicamente e emocionalmente também. Ter tido uma boa experiência em agências me tornou uma profissional mais capacitada e também uma pessoa mais madura. Quando eu decidi trabalhar em casa eu estava segura de que conseguiria realizar o trabalho e encarar os desafios sozinha.

4. É mais difícil manter a concentração: numa empresa você já entra naquela vibe “vamos trabalhar”. Trabalhando em casa você vai ficar super confortável, então as distrações são infinitas. É preciso tomar cuidado. Eu sempre estou testando novas rotinas, horários e técnicas para me manter o mais concentrada possível.

5. Você não terá estabilidade financeira: esqueça férias remuneradas, décimo terceiro, fundo de garantia e etc… Trabalhando em casa você não terá a estabilidade de ter aquele salário fixo entrando todo mês. Com o tempo você consegue estipular mais ou menos uma média de quanto consegue ganhar, mas mesmo assim pode variar. A minha dica é: poupe! É legal ter um fluxo de caixa de 2 a 3 meses a frente, assim você consegue fazer o seu trabalho sem aquela pressão de ter que terminar o quanto antes só para receber o pagamento.

6. Sua casa é o se escritório e vice e versa: pra mim é extremamente difícil separar. Já li em blogs de freelancers que determinaram horas para entrar e sair do escritório e que nem pisam no home office nos fins de semana. Pra mim isso é imposível – sempre acabo fazendo algum trabalho ou respondendo algum e-mail urgente no fim de semana, feriados…. Além de trabalhar em horários completamente alternativos. De vez em quando isso se torna exaustivo, pois você nunca desliga completamente do trabalho.

 

imagens: shutterstock

xoxo, Thais

a vida após os 30’s

16 de janeiro de 2016
sábado

post30

Juro que eu nem ia escrever esse post. Minha ideia inicial era postar uma wishlist, mas depois me pareceu muito vago e superficial. Daí me veio essa ideia e acho que seria interessante postar algo meio auto-ajuda kkkk mesmo que seja mais uma auto reflexão para mim mesma, espero que possa ser interessante para você que está prestes a fazer 30 ou até mesmo já está nessa fase da vida.

A verdade verdadeira é que hoje estou completando 34 anos. Surreal. A outra verdade verdadeira é que depois dos 30 eu fico muito triste perto do meu aniversário. Perdi toda a qualquer vontade de comemorar. Não que eu não esteja gostando dessa fase dos 30. O que acontece é que eu estou gostando tanto que eu queria congelar esse momento e viver eternamente 34. Parece que tudo na minha vida mais sentido agora do que antes.

Abaixo a minha listinha das 30 coisas que mudaram na minha vida depois dos 30:

1. Eu passei a ter a impressão que todo mundo é mais novo que eu

2. Pessoas como Jennifer Lawrence que já ganhou 1 oscar e 3 globos de ouro aos 25 me assustam

3. Eu passei a ser mais seletiva: com compras, com amizades, com comida, ou seja, com tudo

4. Qualidade sobre quantidade: passei a comprar menos e melhor

5. Eu me preocupo mais com a minha saúde

6. Já descobri meu estilo: sei o que cai bem e o que não fica bom

7. Eu acordo mais cedo e durmo mais cedo

8. Eu sigo a minha intuição. Ela nunca falha. Eu é que às vezes falho em escutá-la

9. Eu não perco mais meu tempo com gente chata, mal educada e/ou que não me acrescenta nada na vida

10. Eu sou mais organizada

11. Estou começando a colher os frutos de todo o meu estudo e trabalho

12. Minha carreira decolou. Mesmo não sendo milionária e ganhadora do oscar, me sinto muito feliz e satisfeita com meu trabalho e sei que tenho muito a aprender e melhorar à partir do que conquistei até agora

13. Eu troquei os festivais de música por shows em que eu possa assistir sentada. #terceiraidadealert

14. Eu tomei decisões super importantes na minha vida pessoal. A principal delas é o fato que eu decidi que não quero ter filhos. Só os de 4 patas

15. Eu sou financeiramente independente

16. Ter 1m57 de altura já não me incomoda mais

17. Eu guardo dinheiro

18. Eu gasto mais dinheiro com cosméticos. Sem prejudicar o item acima

19. Eu não uso mais sapatos desconfortáveis porque eles são apenas bonitos. Se eu compro um que me machuca logo no primeiro uso eu já passo pra frente

20. Eu fiz as pazes com a cozinha. Sempre odiei cozinhar, mas agora eu aceitei o fato de que cozinhar em casa é trabalhoso, porém é mais barato e muito mais saudável

21. Finalmente eu consigo falar inglês naturalmente. Eu nunca tive a oportunidade de estudar ou morar fora então meu estudo sempre foi o clássico livro + listening + lição de casa. Atualmente eu não faço mais aula com material didático, eu só tenho 1 aula de conversação por semana com professor particular. Ainda tenho que aprimorar o meu vocabulário, mas já me sinto confortável para assistir à filmes, viajar e conversar com quem não fala português

22. Adotei o minimalismo como estilo de vida e tenho seguido essa jornada do desapego

23. Eu tomo vitaminas suplementares

24. Eu uso protetor solar religiosamente todos os dias

25. Eu penso em como será a minha terceira idade, mas ainda não faço planos

26. Achei o cabelereiro perfeito pra mim, o Mauro do Retrô Hair

27. Daí, eu fiz as pazes com o meu cabelo

28. Eu passei a ler livros digitais, os de papel, somente mantive os de arte e os guias de viagem

29. Aprendi que tudo tem seu tempo, às vezes aprendemos ou conquistamos coisas (materiais ou não) antes ou depois das outras pessoas, independente da idade

30. Eu aceito os meus defeitos e convivo em paz com eles

xoxo, Thais

calendário 2016 :: free download

04 de janeiro de 2016
segunda-feira

post

Feliz 2016!!! Inicio as atividades aqui no blog com um mimo para vocês.
Um calendário para baixar de graça e decorar seu espaço de trabalho, estudo e etc. É só clicar na imagem acima e imprimir.
Desejo a todos um ano com muita criatividade! Enjoy ( :

xoxo, Thais
Up!